SIGA-NOS:
Sua saúde em primeiro lugar!
Dr. Bernardo Augusto Gunther
Dr. Rafael Pizzatto Vivan
Atendimento: 49 . 3442 0722

HISTÓRICO

Concórdia - Um pouco de história

A colonização do Município de Concórdia ocorreu com a vinda, a partir de 1910, de imigrantes italianos e alemães, provenientes na sua grande maioria do Rio Grande do Sul, que foram chegando com suas famílias e instalando-se à margem direita do Rio Uruguai, em busca de terras melhores para o plantio e pecuária, além da possibilidade de trabalharem junto à Empresa "Brazil Development Colonization Company" na construção da Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande do Sul, que tinha como principal finalidade, delimitar as fronteiras entre Brasil e Argentina.

A partir de 1922 a Sociedade Territorial Mosele Eberle Ahrons & Cia, passou a vender, oferecendo muitas facilidades, terras em pequenas extensões. Isto atraiu grande número de colonos de origem germânica e italiana provindos do Rio Grande do Sul, que se dedicaram a agricultura e a criação de suínos.

A consolidação do desenvolvimento ocorreu após a instalação de estrada de rodagem, que buscavam, principalmente o escoamento agrícola e o extrativismo da madeira que era exportada para a Argentina, através do Rio Uruguai.

Os colonizadores, descendentes de italianos e alemães, trouxeram seus costumes e cultura, que eram distintos aos costumes dos caboclos e dos povos indígenas aqui existentes.

A instalação oficial no município ocorreu em 29 de julho de 1934.

O nome Concórdia deve-se ao fato de um acordo de paz, estabelecido entre os jagunços coordenados por José Fabrício das Neves e a Brazil Development Colonization Company.


A Saga, uma lenda antiga acerca de feitos heróicos, parece a melhor denominação para uma história repleta de desafios, conquistas e bravura, como esta dos GUNTHER.

O início desta história podemos colocar no dia 5 de maio de 1917, data de casamento de PAULO GUNTHER com MARIA SCHIESSL, em Canoinhas- SC.

PAULO GUNTHER nasceu em EISLEBEN (ALEMANHA) em 05 de novembro de 1889, filho de GERMANO AUGUSTO GUNTHER & BERTHA BAEHNS, e era comerciário.

MARIA GUNTHER nasceu em São Bento do Sul- SC, filha de JOSÉ SCHIESSL & ESCOLÁSTICA SCHIESSL.

Desta união nasceu GERALDO MARIANO GUNTHER em 21 de abril de 1918, em Toldo, Canoinhas - SC, hoje município de Bela Vista do Toldo - SC. Era para ser registrado como Heinz Gerardt, como solicitado pelo pai, porém o escrivão achou melhor dar um nome mais consoante com o Português e colocou GERALDO.

No ano de 1927 o casal Paulo & Maria Gunther buscando melhorar as condições de vida, migrou para a região que hoje é Concórdia, tendo se estabelecido posteriormente na localidade de Fragosos e mais tarde fixaram residência em Concórdia. Geraldo quando chegou na região de Concórdia tinha 9 anos e foi aqui que ele e seus familiares dedicaram toda sua vida, capacidade de trabalho e inteligência, ao serviço dos seus semelhantes.

Paulo Gunther foi o 1º Escrivão nomeado e Maria Gunther a 1ª.Professora também nomeada, para a região de Concórdia, na ocasião distrito de Cruzeiro do Sul. Na ocasião também veio nomeado GABRIEL TELES DE MENEZES, casado com Tereza Schiessl, irmã de Maria, e que foram pais de AYRTON DE MENEZES conceituado cirurgião-dentista da nossa terra.

Em 12 de abril de 1928 nascia em Ribeirão Claro- PR - IDA ORMENEZE, filha de Antônio Ormeneze & Cezira Gulinelli.

Em 31 de dezembro de 1945 houve o casamento de Geraldo Mariano Gunther com Ida Ormeneze, em Curitiba - PR. O casal teve seis filhos.

- Cartório de Registro de Imóveis da nossa região inicialmente foi de Paulo Gunther, nomeado pelo Interventor. Com a Revolução de 30 (Getúlio Vargas/Júlio Prestes) Paulo Gunther perde o cartório para Domingos da Nova.

- Com a perda do cartório Paulo Gunther transfere-se para Fragosos onde monta uma Casa de Comércio, nos anos 30/31.

- O município de Concórdia foi criado no ano 34 e Paulo Gunther nomeado funcionário da Prefeitura como Responsável pelo Sistema de Ensino. E para isso se dedicou com amor e interesse à causa da Educação. Em retribuição recebeu uma homenagem - o nome de uma escola na Linha Capitão, hoje no Município de Arabutã-SC.

- Com a criação da Comarca o cartório de Registro de Imóveis passa para Dogelo Goss que foi nomeado e para o tabelionato José Amorim e depois Júlio da Costa Neves. Posteriormente nos anos 56 o cartório de Registro de Imóveis retorna para a família Gunther em nome de Ida Ormeneze Gunther e o tabelionato para Pedro Harto Hermes. E no cartório foi que Ida Ormeneze Gunther desenvolveu suas atividades por mais de 40 anos, estando atualmente aposentada.

Em parte, com o fruto deste labor, que conseguiram educar e formar todos os seus seis filhos em Curso Superior. Como na época não havia faculdades em Concórdia e Região, houve necessidade de deslocamentos para Centros Maiores. Durante estes longos anos Ida se dedicou ao cartório.

1 - Paulo Antônio Gunther, nasceu em 11/11/46, em Laranjeiras do Sul - na época Capital de Território Federal, onde nesta ocasião o casal Ida/Geraldo buscava iniciar suas atividades profissionais. Advogado e promotor de justiça, atualmente Procurador da Justiça em Florianópolis - SC.

2 - Rubens Geraldo Gunther, nasceu em 11/11/48, em Concórdia - SC, o casal Ida/Geraldo retorna para Concórdia por motivos da doença grave que acometera Paulo Gunther. Engenheiro Mecânico formando em Lisboa-Portugal.

3 - Bernardo Augusto Gunther, nasceu em 01/06/51, em Concórdia - SC. Médico, com especialização em Cirurgia Geral.

4 - Maria Madalena Gunther Mori, nasceu em 21/10/52, em Concórdia - SC. Farmacêutica-bioquímica e bacharel em Direito.

5 - Luiz Eduardo Gunther, nasceu em Concórdia em 03/03/54. Advogado e Juiz do Trabalho - em Curitiba - PR.

6 - Pedro Silvano Gunther, nasceu em 28/12/56, em Concórdia, SC. Advogado e Administrador de Empresa, com especilização em Informática, Diretor-Presidente da Software-House - HOTSOF-INFORMÁTICA - em Maringá-PR.

A família GUNTHER com raízes profundamente cravadas em solo Concordiano desenvolve também um amplo serviço e trabalho comunitário, procurando sempre desenvolver atividades para a melhoria da vida das pessoas que aqui vivem.

PAULO GUNTHER

Foi o primeiro Secretário de Educação do Município de Concórdia, atividade que desenvolveu com espírito criativo e amor à causa, tendo recebido como recompensa o nome de uma Escola na região de Linha Capitão, hoje Município de Arabutã - SC .

MARIA GUNTHER

MARIA GUNTHER foi uma das primeiras professoras da Região, tendo alfabetizado muitas pessoas, numa época de difícil acesso aos bancos escolares. Dona Maria, como era conhecida, era uma pessoa muito querida e bemquista por toda a população.

Recebeu como homenagem o nome de uma Escola na região de Ipumirim/Lindóia do Sul-SC. Era uma pessoa carismática que atendia a todos de uma maneira afável e amiga, tendo granjeado com isso a simpatia e amizade de toda a população.

PROFIS

Em 1990 a convite de GEMMA PALUDO para BERNARDO AUGUSTO GUNTHER e IDA ORMENEZE GUNTHER foi criada a PROFIS - Associação de Promoção Social do Fissurado Labiopalatal. Como BERNARDO nasceu com fissura labiopalatal, ele e toda sua família, que sofreram as agruras do processo de reabilitação, dediciram compartilhar com toda a comunidade a sua experiência.

Em 1995 lançam o livro "FAZENDO CAMINHOS" onde relatam a experiência do processo reabilitador, estendendo a possibilidade a todas as pessoas portadores de fissura labiopalatal. Bernardo foi o primeiro Presidente da Profis e Ida foi posteriormente por dois mandatos Presidenta e conseguiu, juntamente com Gemma Paludo, transformar a PROFIS num associação vitoriosa e decisiva na reabilitação e integração do portador de fissura labiopalatal e deficiência auditiva na sociedade.

Concórdia emancipou-se politicamente em 29 de julho de 1934, desmembrada de Joaçaba- Cruzeiro do Sul - SC.

A família Gunther tem uma relação direta muito grande com o município de Concórdia, estando presente nesta plagas mesmo antes de sua emancipação. O patriarca da família - PAULO - foi funcionário da prefeitura, bem como seu filho GERALDO.

Paulo Gunther ficou gravemente doente, acometido de AVC (Acidente Vascular Cerebral), tendo ficado com paralisia parcial .Em 1945 foi transferido para Curitiba- PR para tratamento médico. Lamentável e infelizmente, apesar do tratamento, veio a falecer em 1948.

Geraldo Mariano Gunther foi servir o Exército Brasileiro em Porto União - SC e posteriormente em Curitiba - PR.

Foi em Curitiba - PR onde Geraldo Mariano Gunther fez a sua formação profissional e acadêmica, tendo concluído o Curso de Contabilidade na Faculdade de Comércio do Paraná em 16 de dezembro de 1942. Concluiu o Curso de Preparação de Oficiais da Reserva em Curitiba - PR em 12 de outubro de 1944. E concluiu o Curso de Ciências Jurídicas e Sociais - Direito - na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná em dezembro de 1946. Participou de diversos Congressos, Simpósios e Encontros de Estudos Jurídicos.

Em 1946, logo após o casamento, o casal Ida e Geraldo estabelece residência em Laranjeiras do Sul, na época Capital de Território Federal, sendo Geraldo nomeado Gerente da Agência local do Instituto dos Comerciários.

Com a extinção do Território Federal e com a conclusão do Curso de Direito e com a doença do seu pai, Geraldo pediu demissão do Cargo de Gerente da Agência do Instituto dos Comerciários e retorna a Concórdia a pedido do Prefeito de então CARLOS BUCHELE que o nomeia Secretário.

Geraldo Mariano Gunther, homem de espírito inquieto, inteligente e devotado à causa da humanidade, teve uma vida social e política bastante ativa, com as seguintes em destaque:

- Agente Municipal de Estatística em Concórdia - SC.

- Amanuense da Prefeitura Municipal de Curitiba - PR.

- Contabilista do Instituto de Aposentadoria e Pensões do Comerciários em Curitiba - PR.

- Membro da Liga de Defesa Nacional, conforme diploma de 12 de outubro de 1942.

- Professor de Técnica Comercial da Faculdade de Comércio do Paraná - Curitiba - Pr.

- Acadêmico Solicitador, inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, seção do Paraná.

- Advogado, conforme inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil, seção de Santa Catarina de 08 de janeiro de 1948, sob Nº. 98, sendo portanto, dos mais antigos, com exercício profissional ininterrupto desde a data da inscrição na OAB/SC.

- Estagiário como aspirante a Oficial de Intendência no 3º. Regimento de Artilharia Montada, em Curitiba- PR. Em razão da conclusão do Curso de Oficiais da Reserva, sendo promovido a 2º. Tenente, conforme Carta Patente de 13 de maio de 1948.

- Prefeito do Município de Concórdia - SC, nomeado pelo Interventor do Estado - Aderbal Ramos da Silva.

- Vereador do Município de Concórdia - SC, tendo sido Presidente desse legislativo.

- Presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento do Município de Concórdia - SC.

- Deputado Estadual em Santa Catarina, conforme diploma de 17 de dezembro de 1954, tendo exercido a honrosa função de líder do governo.

- Fundador do Rotary Clube de Concórdia - SC em 1953, tendo sido seu Presidente. Foi agraciado com o título honorífico de Companheiro Paul Harris.

- Fundador da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, em Concórdia tendo sido seu Presidente no período de 21de 07de 79 a 31de 01de 81.

- Título de Cidadão Honorário de Abelardo Luz e Itapoá, por relevantes serviços prestados à comunidade.

- Funda em janeiro de 1957, com Dórico Paese, a SIAP - Sociedade Imobiliária Agrícola e Pastoril Ltda.

Ficamos felizes em ter podido colaborar para o progresso de Concórdia e seu crescimento e firmamos o compromisso de continuar lutando por melhores dias para a nossa gente. Renovamos aqui o nosso amor por Concórdia e pelo seu povo.

Agradecemos ao Criador em nos ter colocado nesta terra, rodeado de gente amiga, onde vivemos e onde vamos repousar para a eternidade.

Compilado e redigido por Bernardo Augusto Gunther, baseado em documentação com fotocópias compulsadas e por informações orais prestadas por Geraldo Mariano Gunther.